Cliente ou não cliente, eis a questão

O cliente é o motor do negócio? a quem depende o sucesso ou fracasso de uma organização?? São perguntas que ficam pulando aqui e ali em b...

O cliente é o motor do negócio? a quem depende o sucesso ou fracasso de uma organização?? São perguntas que ficam pulando aqui e ali em busca de respostas. Duas questões emblemáticas fazem parte da minha formação academica e atuação profissional:

“Se eu perguntasse a meus compradores o que eles queriam, teriam dito que era um cavalo mais rápido” - Henry Ford.

“As pessoas não sabem o que querem, até mostrarmos a elas.” - Steve Jobs 

O futuro dos automóveis foi decidido por força das necessidades dos clientes?? Ou o revolucionário Iphone teve participação (e criação) através de opiniões de clientes??? 

E mais uma questão:  comerciantes de shopping podem escolher o tipo de clientes que querem atender?? Digo isto, porque vi opiniões dizendo que barateando produtos (ou dando descontos imprevistos) os "rollezinhos" não teria a discussão socio-política que acabou acontecendo. Bastava oferecer (mesmo não querendo) "sorvetes mais baratos" e descontos em entradas de cinema, criaria um novo mercado e consumidores.  

Será que clientes são realmentes os "donos do negócio" ? questão que fica por conta de que, ao direcionar todos os esforços de sua empresa para atender exclusivamente as necessidades dos seus clientes atuais e mais lucrativos, a empresa deixa de enxergar oportunidades em novos mercados que nada tem a ver com eles.

Sendo assim, quando elas menos esperam, uma empresa estreante no mercado (startup) descobre essa brecha e, com um produto mais barato e inovador, literalmente “toma” esse mercado.

Dessa forma, a empresa estabelecida, antes líder de mercado, demora a reagir, cega por seu foco nos atuais clientes, e vê sua participação no mercado cair consideravelmente.

E agora ficamos com Henry Ford e Steve Jobs ou com novos clientes e oportunidades??

Prefiro olhar para o futuro que este movimento de novos consumidores, bem como novas tecnologias possam mudar o ramo dos negócios. Em tempo atuais, o que hoje é inovador, amanhã pode ser obsoleto.


Você pode gostar também de:

0 comentários

Obrigado por comentar, volte sempre!!!

sábado, 18 de janeiro de 2014

Cliente ou não cliente, eis a questão

O cliente é o motor do negócio? a quem depende o sucesso ou fracasso de uma organização?? São perguntas que ficam pulando aqui e ali em busca de respostas. Duas questões emblemáticas fazem parte da minha formação academica e atuação profissional:

“Se eu perguntasse a meus compradores o que eles queriam, teriam dito que era um cavalo mais rápido” - Henry Ford.

“As pessoas não sabem o que querem, até mostrarmos a elas.” - Steve Jobs 

O futuro dos automóveis foi decidido por força das necessidades dos clientes?? Ou o revolucionário Iphone teve participação (e criação) através de opiniões de clientes??? 

E mais uma questão:  comerciantes de shopping podem escolher o tipo de clientes que querem atender?? Digo isto, porque vi opiniões dizendo que barateando produtos (ou dando descontos imprevistos) os "rollezinhos" não teria a discussão socio-política que acabou acontecendo. Bastava oferecer (mesmo não querendo) "sorvetes mais baratos" e descontos em entradas de cinema, criaria um novo mercado e consumidores.  

Será que clientes são realmentes os "donos do negócio" ? questão que fica por conta de que, ao direcionar todos os esforços de sua empresa para atender exclusivamente as necessidades dos seus clientes atuais e mais lucrativos, a empresa deixa de enxergar oportunidades em novos mercados que nada tem a ver com eles.

Sendo assim, quando elas menos esperam, uma empresa estreante no mercado (startup) descobre essa brecha e, com um produto mais barato e inovador, literalmente “toma” esse mercado.

Dessa forma, a empresa estabelecida, antes líder de mercado, demora a reagir, cega por seu foco nos atuais clientes, e vê sua participação no mercado cair consideravelmente.

E agora ficamos com Henry Ford e Steve Jobs ou com novos clientes e oportunidades??

Prefiro olhar para o futuro que este movimento de novos consumidores, bem como novas tecnologias possam mudar o ramo dos negócios. Em tempo atuais, o que hoje é inovador, amanhã pode ser obsoleto.


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Obrigado por comentar, volte sempre!!!

Flickr Images

Uêba - Os Melhores Links