Adm & Cia

Breaking

quarta-feira, 14 de fevereiro de 2018

Ovos de pascoa já estão a venda em supermercados

fevereiro 14, 2018 0
Ovos de pascoa já estão a venda em supermercados
Pascoa antecipadaNa prateleira, estão os panetones que sobraram do Natal passado e, logo ao lado, os ovos de Páscoa. Esse é o cenário que veremos em  grande parte dos supermercados do país. 

Mas o porque desta antecipação? Vendas claro, o  setor acumulou prejuízos com seca, crises hídricas e necessidade de importar matéria prima.  

E já que acabou o carnaval, vamos de páscoa, as empresas querem antecipar o fluxo de caixa e assim minimizar os prejuízos com sobras e quebras de produtos.

Mas prepare seu bolso, isto não sairá barato, de acordo com os fabricantes de ovos ligados à Associação Brasileira da Indústria de Chocolates, Cacau, Amendoim, Balas e Derivados (Abicab), em 2018 os produtos desembarcarão nas prateleiras de lojas e supermercados com aumentos médios na ordem de 3%. Durante evento do setor, realizado no fim de janeiro pela Abicab, a associação informou que em 2018 o número de lançamentos de produtos de Páscoa será de, aproximadamente, 130.
Em 2017, houve 147 novidades. No ano passado, foram produzidas nove mil toneladas de chocolate para a Páscoa (ou 36 milhões de ovos de chocolate). 

sexta-feira, 9 de fevereiro de 2018

Designers criam "copo à prova de bêbados"

fevereiro 09, 2018 0
Designers criam "copo à prova de bêbados"

As peças têm capacidade de uma taça média de vinho, entre 125 e 175ml


Em um jantar entre amigos sempre tem aquela pessoa meio desajeitada que derruba pratos, talheres e copos. Se o jantar envolver vinho, o risco de a noite terminar em um desastre parece dobrar. Entretanto, manchas no carpete ou na toalha da mesa podem se tornar coisas do passado em breve. Os designers Christopher Yamane e Matthew Johnson desenvolveram o "Saturn Wine Glasses" para solucionar o problema.

O copo de formato inovador que não o deixa "cair" utiliza um vidro especial, que depois de fundido, é moldado a mão antes de ser colocado em um molde por artesãos da cidade de Oakland, na Califórnia. Ele têm capacidade para uma taça média de vinho, entre 125 e 175ml.

Para Yamane, o único problema é que sem a haste tradicional das taças, a temperatura da mão das pessoas pode afetar a temperatura da bebida. Entretanto, não é um problema tão grande para o vinho tinto, quanto é para o branco, já que o primeiro é geralmente servido à temperatura ambiente.

Capa peça custa US$ 52 e atualmente está em fase de pré-venda no site próprio.


segunda-feira, 22 de janeiro de 2018

A aposta do mercado e julgamento

janeiro 22, 2018 0
A aposta do mercado e julgamento
Para poder agir
Começa uma semana decisiva para as eleições presidenciais deste ano com o julgamento do Lula na quarta-feira. Condenado, ele fica fora da corrida eleitoral. 

A expectativa da maior parte das pessoas que tomam decisões econômicas é de que Lula não vai poder concorrer, como mostra a alta da bolsa de setembro para cá. 

Dos 104 casos julgados polo TRF-4 em apenas dois houve reversão de condenação e é com essa estatística que o mercado trabalha hoje.

Veja o comentário de Ricardo Amorim no vídeo abaixo

sexta-feira, 19 de janeiro de 2018

O Lado B da Publicidade

janeiro 19, 2018 0
O Lado B da Publicidade
Fabio Craidy Buhrer
Você já leu o livro do Fábio Craidy Bührer, EU, A PUBLICIDADE E UM DIVÃ ? É uma ótima oportunidade para enxergar o outro lado da publicidade, aquela em que nos vemos todos os dias, desnuda muitos conceitos básicos, principalmente a interação produto x consumidor. 
Hoje nos enxergamos mais como um agente no meio de um turbilhão de informações, como sobreviver a tudo isto???

No grande mundo digital de hoje, você, consumidor, seus dados, seus hábitos de consumo, sua vida é um grande produto para os empresários físicos e digitais, não importando se você quer ser ou ter (de preferencia) o produto que estão ofertando.

Fabio, fala com propriedade de um publicitário premiado, que depois de muita reflexões, prefiro seguir um outro caminho, não explicitado no livro, mas com consciência que novas experiências serão seu novo caminho.

Suas angustias, suas incertezas, colaboram para minha própria auto-reflexão sobre o meu caminho na administração. 

Todos administradores tem um sonho quando entram na graduação e vão enfrentando disabores logo após a conclusão do curso.  Muitas vezes temos que vender a "alma" superfaturada e não entregar e/ou postergar para auferir o melhor resultado. 

Não somos, apenas temos e reflexão não é o que os formadores querem, apenas seguir um comportamento de massa ou manobra para seus próprios lucros.

O Livro do Fábio (sinopse abaixo)  é  muito bom, é reflexivo e informativo, tenham a oportunidade de visualizar, que atrás de prêmios, muitas vezes tem um (ou vários corações), mas pode ter também a sombra de uma caixa registradora. Permitam-se ler, que o glamour é a apenas o lado que a publicidade mostra (e fatura com isto)

A publicidade em xeque. Neste livro, Fábio Craidy Bührer percorre muitos caminhos sobre essa força da comunicação e as necessidades de uma transformação para um mundo que não para de evoluir. O autor busca na própria história, na sua experiência como criador publicitário em mais de 20 anos de atuação e na sua ligação profunda com a espiritualidade, análises mais reflexivas para despertar novos olhares sobre o tema e o que pode ser feito para quebrar alguns paradigmas. Mais do que um livro, Eu, a Publicidade e um Divã é uma obra em aberto para uma troca de ideias em busca de uma comunicação mais responsável. Acima de tudo, é um material que mexe com diversos pontos pré-concebidos e traz à tona a possibilidade de novas análises por todas as pessoas, entre elas, profissionais da área, empresários, diretores de marketing, psicólogos, psiquiatras, consumidores e, principalmente, pelos futuros publicitários que ainda vão chegar ao mercado de trabalho. Um livro que segue na direção contrária da grande maioria dos livros editados no segmento. Uma história que faz refletir sobre o que somos, o que queremos e para onde vamos levar o mundo atual.