A economia anda de lado em novembro e cai em dezembro

Os humores do mercado nunca andou tanto de mau humor como com os números apresentados pela economia brasileira. Mesmo com o lançamentos d...

Os humores do mercado nunca andou tanto de mau humor como com os números apresentados pela economia brasileira. Mesmo com o lançamentos dos nomes do novos ministro que comandarão a equipe econômica a partir de 2015, a o índice Ibovespa estreou em dezembro com queda 1,09% às 10h06 e o dólar teve a cotação elevada em  0,22% para R$ 2,5773.

Os resultados do setor público e da dívida bruta foram mais um balde água fria para os investidores e confiança diminuída no futuro da economia brasileira. 

As quedas do preço do barril de petróleo que atingiram o preço mínimo de US$ 60, sem que a OPEP ( Organização dos Países Exportadores de Petróleo) parasse a produção, inundando o mercado com excesso de oferta, mantendo os preços baixos, diminuindo assim a lucratividade das empresas petrolíferas. 

Este ano já pode ser considerado perdido para a economia, visto que as empresas automobilísticas amarga perdas nas vendas (dados até outurbro), Volkswagen (-14,7%), GM (-12,6%), Ford (-11,9%) e Fiat (-9,7%). 

Você pode gostar também de:

0 comentários

Obrigado por comentar, volte sempre!!!

segunda-feira, 1 de dezembro de 2014

A economia anda de lado em novembro e cai em dezembro

Os humores do mercado nunca andou tanto de mau humor como com os números apresentados pela economia brasileira. Mesmo com o lançamentos dos nomes do novos ministro que comandarão a equipe econômica a partir de 2015, a o índice Ibovespa estreou em dezembro com queda 1,09% às 10h06 e o dólar teve a cotação elevada em  0,22% para R$ 2,5773.

Os resultados do setor público e da dívida bruta foram mais um balde água fria para os investidores e confiança diminuída no futuro da economia brasileira. 

As quedas do preço do barril de petróleo que atingiram o preço mínimo de US$ 60, sem que a OPEP ( Organização dos Países Exportadores de Petróleo) parasse a produção, inundando o mercado com excesso de oferta, mantendo os preços baixos, diminuindo assim a lucratividade das empresas petrolíferas. 

Este ano já pode ser considerado perdido para a economia, visto que as empresas automobilísticas amarga perdas nas vendas (dados até outurbro), Volkswagen (-14,7%), GM (-12,6%), Ford (-11,9%) e Fiat (-9,7%). 

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Obrigado por comentar, volte sempre!!!

Flickr Images

Uêba - Os Melhores Links