A Festa acabou

As palavras do nosso titulo são do economista-chefe para a América Latina do BNP Paribas, Marcelo Carvalho, “no Brasil, hoje, não adianta...

cenario sombrio adiante
As palavras do nosso titulo são do economista-chefe para a América Latina do BNP Paribas, Marcelo Carvalho, “no Brasil, hoje, não adianta pisar fundo na demanda, é necessário ter um motor melhor de oferta”. 
 
A revisão das projeções do BNP Paribas indicam um cenário global com menos crescimento e inflação em 2013 (esse último, não no caso do Brasil). “No Brasil, esse quadro indica que a festa acabou”.
 
“Hoje, o mundo está mais complicado para países como o Brasil do que imaginávamos há três meses”, disse Carvalho. O cenário internacional já esteve mais favorável para o Brasil nos últimos anos, com a China crescendo muito, exportações de commodities mais caras e o desemprego impedindo um quadro de inflação. “Essa história acabou. O mundo mudou“, disse Carvalho.

“A China não cresce no mesmo ritmo e o preço das commodities não sobe tanto. O Brasil usou sua capacidade ociosa e hoje tem um quadro batendo em restrições de oferta, o Brasil incentivou muito o lado da demanda e se esqueceu de trabalhar no lado da oferta”, disse Carvalho. 

Esse descasamento leva a pressões de inflação e uma piora nas contas externas e no câmbio.
 
Fonte: Exame

Você pode gostar também de:

0 comentários

Obrigado por comentar, volte sempre!!!

segunda-feira, 17 de junho de 2013

A Festa acabou

cenario sombrio adiante
As palavras do nosso titulo são do economista-chefe para a América Latina do BNP Paribas, Marcelo Carvalho, “no Brasil, hoje, não adianta pisar fundo na demanda, é necessário ter um motor melhor de oferta”. 
 
A revisão das projeções do BNP Paribas indicam um cenário global com menos crescimento e inflação em 2013 (esse último, não no caso do Brasil). “No Brasil, esse quadro indica que a festa acabou”.
 
“Hoje, o mundo está mais complicado para países como o Brasil do que imaginávamos há três meses”, disse Carvalho. O cenário internacional já esteve mais favorável para o Brasil nos últimos anos, com a China crescendo muito, exportações de commodities mais caras e o desemprego impedindo um quadro de inflação. “Essa história acabou. O mundo mudou“, disse Carvalho.

“A China não cresce no mesmo ritmo e o preço das commodities não sobe tanto. O Brasil usou sua capacidade ociosa e hoje tem um quadro batendo em restrições de oferta, o Brasil incentivou muito o lado da demanda e se esqueceu de trabalhar no lado da oferta”, disse Carvalho. 

Esse descasamento leva a pressões de inflação e uma piora nas contas externas e no câmbio.
 
Fonte: Exame

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Obrigado por comentar, volte sempre!!!

Flickr Images

Uêba - Os Melhores Links