segunda-feira, 11 de maio de 2015

Propaganda de ótica causa polêmica na Espanha

A propaganda é uma mensagem quer integrar uma mensagem em duas vias: da empresa que o veicula e do mercado consumidor. Nem sempre é bem entendido quando, por várias razões, o público entende que existem outras intenções além da divulgação do produto (ou serviço).


Foi isto que ocorreu No comercial de TV da Multiópticas ( assista aqui), um homem entra em um bar do "Velho Oeste" cheio de mulheres e ao final escolhe uma de lingerie que está de óculos. A voz de fundo diz "Tenha a incrível sensação de estrear todas as vezes que quiser".

Foto: Yolanda Domínguez
A reação foi quase instantânea, em plena luz do dia, grupos de mulheres andaram pelas ruas de Madri e Sevilha de lingerie na última quarta-feira (06/05), gerando olhares curiosos, insultos e até reclamações para a polícia.

Mas o passeio com traje íntimo tinha um objetivo: um protesto contra uma propaganda da Multiópticas que, na visão delas, colocava as mulheres como 'objeto'.

Segundo Yolanda Domínguez, idealizadora do protesto, a propaganda faz um comparativo das mulheres com acessórios ao estabelecer uma analogia delas com os óculos – assim como eles, as mulheres seriam acessíveis e acessórias. A campanha "Acessíveis e Acessórias" criada por ela chegou a ser compartilhada mais de 40 mil vezes no Facebook.

"Neste anúncio, é feita uma analogia entre um objeto e as mulheres, caracterizando-as como 'acessíveis' e 'acessórias': acessíveis porque estão dispostas e disponíveis, e acessórias porque você pode trocá-las quantas vezes quiser", escreveu Domínguez na sua página.

Para manifestar a indignação com a campanha, as mulheres saíram vestidas de lingerie e foram visitar lojas da Multiópticas com os mesmos trajes que as mulheres da propaganda aparecem.

A empresa é claro, desmentiu o objetivo citada pela autora do protesto: "A propaganda não pretende ser uma representação literal do Velho Oeste".

Mas dai a polêmica já estava nas ruas de Madri e Sevilla, será que no Brasil teríamos este tipo de rejeição e movimentação nas ruas???

Fonte: BBC Brasil

Um comentário:

  1. Acho que vemos coisas bem piores por aqui na questão de "mulher objeto" em nossas propagandas. Se as espanholas ficaram tão ofendidas, aqui elas iriam viver em clima de histeria constante.

    ResponderExcluir

Obrigado por comentar, volte sempre!!!

Autor

Sobre
Adm. de Empresas, Gaúcho, Parlamentarista e defensor do Voto Distrital Puro. , Saiba mais