Atitude positiva para vencer a crise


O verdadeiro obstáculo para a positividade é o nosso cérebro, programado para buscar e focar em ameaças. Diante de um leque de desafios, todos nós já recebemos um conselho bem intencionado para nos “mantermos positivos”. Quanto maior o desafio, maior as chances dessa sabedoria do “copo meio cheio” se tornar uma visão Poliana e irreal. É difícil encontrar motivação para focar em positividade quando a positividade nada mais parece do que um pensamento positivo.

O verdadeiro obstáculo para a positividade é o nosso cérebro, programado para buscar e focar em ameaças. Esse mecanismo de sobrevivência serviu à humanidade quando éramos caçadores e coletores, vivendo todos os dias com a ameaça real de sermos assassinados por algo ou alguém próximo a nós.

Hoje estamos muito focados na crise econômica que atinge nosso país, buscando resolver situações que, infelizmente, não vemos no nosso dia-a-dia o governo fazer sua parte. 

Estamos dentro de um quadro grave de rompimento em fundamentos econômicos básicos, tais como a contenção de despesas em caso de receitas menores, e gerenciar nossos débito em crescimento. A negação do governo em visualizar esta situação, faz-nos reféns de condições de precariedade no atendimento de serviços públicos.

A Equação Receita menos Despesa nunca foram entendidas e/ou praticadas por questão ideológica em que o Estado não quebra, porém a população tá quebrada, já que uma super oferta de crédito não foi acompanhada de uma melhor distribuição de  receita e o seu aumento real, sobraram dividas e inexistem condições para saldar-las. 

Mas o pessimismo é problemático pode ser ruim para sua saúde. Muitos estudos mostram que os otimistas são mais fisicamente e psicologicamente saudáveis que os pessimistas.

Então a atitude positiva é importante para nossos dias atuais, o pesquisador Martin Seligman da Universidade da Pensilvânia conduziu várias pesquisas sobre o assunto. 

Seligman encontrou taxas mais altas de depressão em pessimistas que atribuem suas falhas em déficits da própria personalidade. Otimistas, no entanto, tratam as falhas como um experiência de aprendizado e acreditam que podem fazer melhor no futuro.

Então apesar de tudo, vamos manter nosso otimismo e nosso atitude vencedora, para que a crise não nos leve junto, acredite, invente e seja diferenciado para que toda dificuldade seja um oportunidade.

Comentários