sábado, 20 de agosto de 2016

A volta aos mercados de vizinhança

Os mercados de vizinhança



sem crise
Os mercados de vizinhança, modelo que resistiu a todas as instabilidades, voltam a ganhar força. É onde o consumidor encontra os produtos de padaria, açougue e mercearia em um só lugar, perto de casa, administrado por pessoas em geral conhecidas e moradoras do bairro. Afirmação do consultor Eduardo Miguel, da Expand, que cita o estudo Mercado de Vizinhança da GfK, revelando que o pequeno varejo de alimentos está mais competitivo e faturou 7% mais em 2015 do que em 2014. O melhor desempenho foi das lojas de até 500 metros quadrados e quatro checkouts, que cresceram 12,3%, indicando expansão real no faturamento.

Vantagem nos preços


Os mercados de vizinhança mostram vantagem também nos preços, segundo a GfK. Sua cesta básica de 35 produtos custou menos no primeiro trimestre deste ano do que nos super e hipermercados.

Fonte: JC

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Obrigado por comentar, volte sempre!!!

Autor

Sobre
Adm. de Empresas, Gaúcho, Parlamentarista e defensor do Voto Distrital Puro. , Saiba mais