Absurdo em concurso da Bahia

Quando tu pensa que viu tudo em matéria de absurdos cometidos em recrutamento e concurso públicos, sempre temos a certeza que algo há de piorar. Vamos ao caso mais recente: As exigências do edital do concurso da Polícia Civil da Bahia, que será realizado em abril, vêm causando polêmica. Isso porque no processo seletivo são pedidos exames ginecológicos às candidatas mulheres que, no entanto, podem ser liberadas do preventivo se comprovarem por meio de atestado que têm "hímen íntegro".

O item polêmico, que se encontra no item 12.12.11 do texto, é o seguinte: “A candidata que possui hímen integro está dispensada de entregar os exames que constam no item 11.12.2.1, inciso VI, alínea “a”: colposcopia, citologia e microflora, desde que apresente atestado médico que comprove a referida condição, com assinatura, carimbo e CRM do médico que o emitiu.

Algo a comentar depois de ler este absurdo?? Se tiver deixe seu comentário

Comentários